1001 álbuns para ouvir antes de morrer
'1001 Albums You Must Hear Before You Die’
31 de Março de 2010

sam coole - live at the harlem square club (1963)

‘Live at the Harlem Square Club’ foi gravado na Praça do Harlem Club, Miami, Flórida, em 12 de janeiro de 1963, pouco mais de um ano antes do assassinato de Sam Cooke. Trabalhando com uma banda de fusão, que incluía o guitarrista Cliff White, o baterista Albert "June" Gardner e o saxofonista King Curtis cada faixa é uma pequena obra-prima do soul. Sam Cooke era um cantor fenomenal, ele também compôs a maioria de seus hits e tinha sua própria empresa. Sam Cooke era uma lenda da música gospel muito antes de entrar no reino da música pop e da soul music. Ele tinha uma voz suave e doce que as mulheres amavam. Sam Cooke era considerado como o primeiro símbolo sexual que a igreja já teve. A maior crítica do estilo de Cooke é exatamente essa, que ele era muito açucarado. Neste concerto em Miami ele teve um desempenho maravilhoso e o público foi maior apenas no show de James Brown no mesmo ano no Teatro Apollo. Esta gravação é uma exposição para quem pergunta por que Sam Cooke era conhecido como Mr. Soul. Foi ele que trouxe a música da Igreja, juntamente com o rhythm and blues e criou a soul music. Ele influenciou Otis Redding, Smokey Robinson, Al Green, Bob Marley, e tantos outros. Inicialmente o álbum era para ser lançado como ‘One Night Stand’, mas o concerto não foi liberado até 1985. Em 2003, o álbum ficou em 443º lugar na lista dos 500 maiores álbuns de todos os tempos da revista Rolling Stone. Sam Cooke foi muito estimado e o seu legado é vasto. Cooke também foi um dos primeiros artistas negros a ter controle de suas finanças. Participou no movimento pelos direitos civis dos Estados Unidos e, sobretudo, cantou unificando audiências das mais variadas origens com a sua voz atraente e singular. Morreu baleado por Bertha Franklin na porta de um motel na cidade de Los Angeles. Bertha era gerente do estabelecimento e alegou legítima defesa. As circunstâncias da morte nunca foram completamente esclarecidas.


01. Feel It
02. Chain Gang
03. Cupid
04. Medley: It’s All Right/For Sentimental Reasons
05. Twistin’ the Night Away
06. Somebody Have Mercy
07. Bring It On Home to Me
08. Nothing Can Change This Love
09. Having a Party


download:
Live at the Harlem Square Club (1963)


sam cooke - having a party






publicado por mara* às 01:30 link do post
traduza para

Google-Translate-Portuguese to French Google-Translate-Portuguese to German Google-Translate-Portuguese to Italian Google-Translate-Portuguese to Japanese Google-Translate-Portuguese to English Google-Translate-Portuguese to Russian Google-Translate-Portuguese to Spanish
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
agradeço a visita



1001 albums you must hear before you die


É um livro de referência musical editado por Robert Dimery, co-fundador da Revista Rolling Stone e que escreve para a Time Out e Vogue. Originalmente publicado em 2005, o livro é constituído por uma lista de 1001 discos lançados entre 1955 e 2008, escolhidos por críticos, divididos por décadas e organizados em ordem cronológica. O livro foi revisto em 2007, 2008 e 2009, para incluir álbuns recentes. Todos são analisados conforme a importância na época, impacto sobre o público e vendagem. Os brasileiros indicados são analisados por Andrew Gilbert, especialista em música brasileira. Os 1001 discos não são unanimidade e o ‘porque’ de uns estarem no livro e outros não, são perguntas inevitáveis, há muita porcaria e muitos esquecidos.
ferramentas

página inicial página inicial
contato contato
twitter siga-me
feed facebook
recomende recomende
receba atualizações

Enter your email address: