1001 álbuns para ouvir antes de morrer
'1001 Albums You Must Hear Before You Die’
21 de Março de 2009

 kenya (1958)

‘Kenya’ é uma jóia para qualquer amante e colecionador da música latina, um dos, se não o melhor da combinação perfeita de afro-cubanos e jazz bebop. Machito (Francisco Raúl Gutiérrez Grillo) nascido em Havana, Cuba, desempenhou um papel importantíssimo na história do jazz latino. Suas bandas da década de 1940, foram as primeiras a fundir ritmos afro-cubanos com a improvisação do jazz. Filho de um fabricante de charutos, Machito tornou-se um músico profissional em Cuba, era cantor, maestro e tocador de maracas, antes de emigrar para a América em 1937 como vocalista de La Estrella Habanera. Ele trabalhou com vários artistas latinos e orquestras no final dos anos 30, gravando com o então maestro Xavier Cugat, maestro que passou seus anos de formação em Havana, Cuba. Um violinista e arranjador, uma personalidade fundamental na difusão da música latina nos Estados Unidos.


01. Wild Jungle
02. Cong Mulence
03. Kenya
04. Oyeme
05. Holiday
06. Cannology
07. Frenzy
08. Blues à la Machito
09. Conversation
10. Tin Tin Deo
11. Minor Rama
12. Tururato


download:
Kenya (1958)


machito - holiday






publicado por mara* às 03:38 link do post
traduza para

Google-Translate-Portuguese to French Google-Translate-Portuguese to German Google-Translate-Portuguese to Italian Google-Translate-Portuguese to Japanese Google-Translate-Portuguese to English Google-Translate-Portuguese to Russian Google-Translate-Portuguese to Spanish
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
agradeço a visita



1001 albums you must hear before you die


É um livro de referência musical editado por Robert Dimery, co-fundador da Revista Rolling Stone e que escreve para a Time Out e Vogue. Originalmente publicado em 2005, o livro é constituído por uma lista de 1001 discos lançados entre 1955 e 2008, escolhidos por críticos, divididos por décadas e organizados em ordem cronológica. O livro foi revisto em 2007, 2008 e 2009, para incluir álbuns recentes. Todos são analisados conforme a importância na época, impacto sobre o público e vendagem. Os brasileiros indicados são analisados por Andrew Gilbert, especialista em música brasileira. Os 1001 discos não são unanimidade e o ‘porque’ de uns estarem no livro e outros não, são perguntas inevitáveis, há muita porcaria e muitos esquecidos.
ferramentas

página inicial página inicial
contato contato
twitter siga-me
feed facebook
recomende recomende
receba atualizações

Enter your email address: